serrote?

Em quatro meses, intervalo entre um número e outro da serrote, há muito que se ler e discutir. Não temos dúvidas de que cada edição ocupa o leitor por um bom tempo, mas tanto melhor se, enquanto o número seguinte não chegar, pudermos continuar nossa conversa. É assim que nasce este site em que você navega agora.

Antes de pensar no futuro, acertamos as contas com nosso passado. Estarão permanentemente disponíveis alguns ensaios publicados nos números anteriores e também as serrotinhas, edições especiais, gratuitas e de tiragem limitada, que publicamos sempre durante a Festa Literária Internacional de Paraty.

serrote virtual vai dialogar o tempo todo com a versão em papel, publicando material complementar e exclusivo ao que enviamos às livrarias. Mas também, coerentemente com os princípios do ensaísmo, será uma tribuna livre para ensaios de nossa equipe e colaboradores, traduções e originais. Vídeos e áudios também estarão disponíveis.

Dois colaboradores fixos serão exclusivos da versão online. Flávio Pinheiro, idealizador da revista e superintendente do Instituto Moreira Salles, assina a seção Entrevisto, que seleciona e comenta leituras de ensaios garimpados na web. Mariana Newlands, designer e ilustradora já com longa carreira em design de livros, publicará imagens criadas especialmente para a serrote, numa coluna puramente visual.

“Quem edita a serrote tem como horizonte o espírito daqueles que viram, no ensaio, o jogo e a felicidade, e, no ensaísta, o homem liberto”, diz o editorial da primeira revista, resumindo o que mantém nosso entusiasmo a cada número que publicamos.

Paulo Roberto Pires

editor Paulo Roberto Pires (paulo.pires@ims.com.br) diretor de arte Daniel Trench editor-assistente Guilherme Freitas (guilherme.freitas@ims.com.br) comissão editorial Daniel Trench, Eucanaã Ferraz, Flávio Pinheiro, Guilherme Freitas, Heloisa Espada, Paulo Roberto Pires e Samuel Titan Jr. coordenação editorial Flávio Cintra do Amaral assistente de arte Gustavo Marchetti produção gráfica Acássia Correia e Jorge Bastos

Os comentários estão fechados.